Páginas

A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos. Não precisamos romper com tudo, mas implementar mudanças e supervisioná-las com equilíbrio e maturidade. (José M. Moran)

segunda-feira, novembro 13, 2006

Sugestão de vídeos para trabalhar com as crianças


Aplicabilidades:

» Disciplinas/Temas transversais: Artes, Língua Portuguesa, Matemática
» Faixa Etária: Todas as idades
» Nivel de Ensino: Educação Infantil, Ensino Fundamental I, Ensino Fundamental II


Aquarela - Sugestão a partir de uma experiência Autor:
Luzenário Cruz

JUSTIFICATIVA: A música tem o poder de alcançar a alma humana. Sua universalidade e capacidade de sensibilização são o que justifica este projeto, notadamente interdisciplinar e que com o esforço e dedicação de cada um dos Professores envolvidos, foi possível adequá-la aos vários componentes curriculares visando abordar todos os aspectos da música, mergulhando em sua história e passando por todos os vieses, finalizando com o mais perfeito e emocionante de todos instrumentos: a voz humana, que encerrou esse subprojeto, através de um coral formado por todos os alunos das classes diretamente envolvidas. Ademais, tendo consciência de que saber se expressar é condição básica para se tornar um cidadão, e que uma das funções da escola é formar cidadãos, resolvemos usar essa metodologia que ajuda o aluno a ter maior concentração e autoconfiança: a música, e por meio dessa atividade desenvolver o raciocínio, a sensibilidade rítmica e auditiva do aluno, tornando-o mais receptivo a outras áreas do saber e mais sociável na interação com o ser humano.
8 - OBJETIVOS: Permitir ao aluno que construa novos significados sobre os conteúdos de aprendizagem sempre intermediados por uma posição ética. Oportunizar reflexões e/ou discussões sobre o papel de cada educando no seu contexto social. Elaborar e digitar textos, inserido figuras sobre o tema abordado ou estudado. Proporcionar momentos reflexivos, estimulando-os a perceber o valor e a capacidade que possuem. Vivenciar, na prática, os valores expressos no nosso PPP.

9 - DESENVOLVIMENTO: Cada Professor escolheu livremente a melhor maneira de desenvolver o seu conteúdo programático, relacionando-os com a letra da música.

9.1 - LÍNGUA PORTUGUESA: Interpretação da música Aquarela (Toquinho e Vinícius de Moraes) e a formação de um coral, que se apresentará no Encerramento desse Subprojeto. Escolha pela classe da palavra-chave “Imaginação”. Discussão a respeito da Imaginação (significado, importância) primeiramente, as duplas, depois no geral;
Elaboração dos textos (livre: prosa ou poesia);
Leitura dos textos, escolha para apresentação;
Ensaio para apresentação do texto escolhido – Imaginação, com letra de Maicon Rodrigues de G. França e Wagner Lima de Souza, com a participação de outros alunos da classe.

9.2 - MATEMÁTICA: Introdução das noções básicas da Geometria: Utilização de instrumentos de medição: régua, esquadro e compasso. Conceitos geométricos: Ponto, Segmento, Semi-reta e Reta.

9.3 - CIÊNCIAS: Leitura e debate sobre a música Aquarela. A conclusão dessa aula foi sobre a liberdade, os sonhos, as palavras que permitem transpor os obstáculos e simplesmente imaginar que tudo é possível.
Destacar da música, todas as palavras que, direta ou indiretamente, estejam relacionados com a disciplina ciências, procurando seu significado nos livros especializados ou dicionário.
Após a pesquisa escrever uma história, utilizando as palavras destacadas.
Apresentação das histórias para a classe.
Análise de cada história, dando ênfase à comunicação, ao raciocínio lógico, a criatividade e a concordâncias verbal e escrita.
Escolher a melhor história, reeescrevê-la com as correções e deixá-la exposta na sala de aula.

9.4 - GEOGRAFIA: Foram trabalhadas as localizações geográficas, das cidades/estados que aparecem na música: Havaí, Pequim e Istambul. Foram feitas também a localização das coordenadas geográficas e estudados os fusos horários.

9.5 - EDUCAÇÃO ARTÍSTICA: Esse subprojeto teve desde o início a preocupação de não ficar fechado em “si mesmo”. No trabalho de Artes, ficaram visíveis as mudanças positivas ocorridas nos alunos. É possível perceber que foram criadas estratégias para que os alunos pudessem perceber a arte. Nessas estratégias foram utilizados jogos, como por exemplo, com um traço forma-se, geometricamente uma linha e com algumas linhas formam-se diversas figuras geométricas, introduzindo-se assim noções básicas da Geometria e do Desenho Geométrico. Foi trabalhada a voz, o estudo das ondas sonoras, tendo como objetivo desenvolver uma consciência reflexiva através da Arte.

9.6 - EDUCAÇÃO FÍSICA: Performance através da expressão corporal, ao som da música Aquarela com vários alunos das diversas 5ª séries.

9.7 - SALA DE LEITURA: Audição e análise da letra de música de “Aquarela”, em comparação com outras letras de músicas da MPB que tematizam imaginação e valores de vida, tais como “Azul da Cor do Mar” e “Brincar de Viver”. Produção de trabalhos artísticos a partir dessas canções.

9.8 - LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA EDUCATIVA: Pesquisa na Internet sobre a biografia do autor. Ilustrações da música Aquarela no Paint. Avaliações do trabalho interdisciplinar desenvolvido em sala de aula pelo demais Professores.
10 - RECURSOS: Foram utilizados cd, aparelho de som, letra da música, material para produção das ilustrações, computador e data-show.

11 - MATERIAIS PRODUZIDOS: Textos escritos, desenhos e ilustrações e uma apresentação em Power-Point, gravada em CD dessas produções, organizada pelo Profº Vinicius. Toda a apresentação foi filmada e será editado um vídeo.

12 - AVALIAÇÃO: A avaliação foi constante, isto é, durante a execução de cada atividade desenvolvida pelos alunos e a criatividade na apresentação final desse Subprojeto. Haverá o registro das apreciações dos alunos que assistiram a finalização e farão parte deste relatório.


Aplicabilidades:

» Disciplinas/Temas transversais: Artes, Língua Portuguesa
» Faixa Etária: Todas as idades
» Nivel de Ensino: Educação Infantil, Ensino Fundamental I
Pareceres Pedagógicos:

Linguagem oral, escrita e Arte - Autor:
Grace Luciana Pereira

Linguagem oral, escrita e gestual - Autor: Rubia Armelini

Indicação:


EDUCAÇÃO INFANTIL/ ENSINO FUNDAMENTAL I:

Linguagem oral e escrita:

Estabelecer relação entre o que é falado e o texto escrito, explorando textos que sabem de cor e focalizando a sonoridade da linguagem (ritmos, rimas, repetições etc.),

Artes:
Informações sobre as obras apreciadas e seus compositores;

Situações didáticas:

· Trazer o CD do grupo MPB 4 para as crianças ouvirem as músicas;

· Mostrar a capa do CD e uma breve biografia do grupo;
· Destacar as rimas da música;

· Propor que façam rimas com os nomes dos colegas;

· Registrar no quadro algumas das rimas e pedir que as crianças que não forem leitoras formais identifiquem o percebem na escrita;

· Mostrar a letra da música e pedir que reparem no final das palavras;

· Colocar a música para tocar e fazer uma leitura no quadro acompanhando as palavras;

· Validar as estratégias de Leitura das crianças;

· Pedir que façam um desenho da casa que eles imaginam que se trata a música;

· Fazer uma roda de conversa para que as crianças possam dizer o que desenharam;

· Falar que a casa que a música fala e o útero ou um ovo;

· Trazer um atlas do corpo humano e mostrar a criança na barriga da mãe;

· Propor que perguntem a família quais são os animais que nascem em ovos;

· Validar a classificação- ovíparo em livros, revistas, internet e etc.

· Fazer um cartaz com desenho e nomes dos animais pesquisados pelas crianças;

· Propor rimas com o nome desses animais e montar um livro ilustrado pelas crianças unindo as informações que eles encontraram;

Público alvo: Ensino Fundamental I - 1º ano do ciclo II

Áreas envolvidas: Educação Física; Língua Portuguesa – linguagem oral, escrita e gestual

Proposta de atividade

Objetivo: Discutir a importância e necessidade da linguagem escrita. Valorizar outras formas de linguagem. Garantir o espaço do brincar nas séries do ensino fundamental.

Desenvolvimento:

1ª Etapa Assistir ao vídeo “A casa”

2ª Etapa Em uma roda de conversa levantar com os alunos o que eles acharam do vídeo e discutir com eles a linguagem utilizada pelo palhaço para se comunicar “mímica”.
Possíveis encaminhamentos para a roda de conversa:
É possível comunicar-se apenas por gestos?
Como os surdo-mudos se comunicam?
Esclarecer o que é LIBRAS.
Diferentes formas de se comunicar: oralmente, por escrito, através de gestos...

3ª Etapa Propor uma brincadeira, onde os alunos precisem se utilizar apenas de mímica para se comunicar. Por exemplo: Cada aluno recebe uma mensagem para comunicar á turma através de mímica.

4ª Etapa Discutir com os alunos as dificuldades de se fazer entender apenas por gestos e aproveitar esse momento, para destacar a importância da linguagem escrita. Nesta fase em que os alunos estão aprendendo a ler e escrever, é importante contextualizar que o código alfabético é uma criação do homem para suprir a necessidade de comunicar-se.

5ª Etapa Propor outras músicas para que as crianças tentem expressar-se através da mímica: Atirei um pau no gato, ciranda cirandinha, entre outras. É importante que essas músicas façam parte do repertório da turma com que se está trabalhando. O mais interessante é criar com os alunos uma lista de músicas para esta atividade. Essa lista poderá ficar exposta em um cartaz na sala, como um repertório de palavras estáveis que auxiliará a criança em outras atividades de alfabetização, em outros momentos.

6ª Etapa Propor a escrita de uma sinopse do vídeo, contendo também a opinião da turma, como forma de aguçar a curiosidade de outros alunos para também assistirem. Essa atividade pode ser feita na forma de um texto coletivo, que depois é reproduzido em folhetos e distribuído aos demais alunos da escola.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário